UM GRITO DE ALERTA

5


O crescimento da população idosa e o aumento da longevidade vêm acarretando repercussões importantes no campo social e econômico em nosso país.


 


    Crescem os números daqueles que passaram a depender mais tempo da previdência social e dos serviços públicos de saúde e assistência social.


 


    Os direitos duramente conquistados pelos aposentados e pensionistas estão sendo constantemente ameaçados por achatamento nos valores de sua aposentadoria.


 


    Precisamos cada vez mais nos unir, construir parcerias e ter consciência do nos potencial político, e também do peso considerável que temos no mercado consumidor. Precisamos construir novas perspectivas de participação, pois somos vistos como consumidores potenciais em vários setores econômicos, como o turismo, a moda e o lazer.


 


    A imagem do idoso na cadeira de balanço ou em praias, passa a idéia de uma inatividade mas, nós não somos inativos, não vivemos no ócio e sim na luta.


 


    Precisamos, de dia a dia, construir nosso projeto de futuro, dar atenção a vida, manter o interesse por nossas coisas.


 


    A despeito das dificuldades e das adversidades podemos ultrapassar muitas das limitações que são impostas pela idade, condição física etc.


 


    Hoje, lhe parabenizamos não somente para sua conquista depois de anos de dedicação ao trabalho.


 


    Por um direito, sim e um premio como representação de uma vida profissional.  No entanto  há tempo para novas perspectivas, novos investimentos, novos conhecime”